fbpx
Corpo

Propriocepção – Parte 2

Aqui começa a segunda parte do texto sobre propriocepção. Ele fala sobre a necessidade de se movimentar e como dores podem atrapalhar a coordenação dos movimentos do corpo. Se você ainda não leu a primeira parte.

Mapas com falta de definição podem causar dor

Mapas precisos geram resultados importantes na maneira como nos sentimos. Pesquisadores da dor descobriram que eles causaram dor nos sujeitos que participaram das pesquisas, criando ilusões sensoriais não usuais usando espelhos ou outros truques perceptivos. Essas ilusões criam desencontros sensoriais, conflitos nas informações representadas pelos mapas cerebrais. Com frequência, o resultado é dor.

Baseados nesses experimentos, e em outros, muitos especialistas acreditam que essas falhas, borrões ou outras imperfeições nos mapas corporais podem contribuir significantemente para dores crônicas e que melhorar esses problemas pode ser uma potencial cura da dor.

Mapas são feitos a partir de movimentos

Os mapas estão constantemente sendo atualizados para refletir as demandas do momento. É fácil perceber como isso funciona: tente imaginar o posicionamento das suas orelhas. Agora, esfregue a sua orelha esquerda por alguns segundos. Você vai notar que é mais fácil sentir essa orelha do que a direita. Isso acontece porque quando você esfrega a sua orelha esquerda, receptores de pressão mandam sinais ao cérebro que ativam o mapa dessa área. É claro que isso é apenas temporário.

Para fazer mudanças permanentes nos mapas, você precisa usar um mapa por um longo período de tempo. Quando uma parte do corpo ou movimento é usada de maneira repetitiva, coordenada e com atenção, acontecem mudanças físicas e observáveis na parte do cérebro que controla essa parte do corpo ou movimento. Essa é parte da razão porque você melhora quando treina.

É claro que nem todos os movimentos são iguais na sua habilidade de estimular os mapas corporais. Movimentos que são feitos com curiosidade, que são novidades, ricos em estimulação sensorial, que não doem e lentos, são os que têm mais chance de causar mudanças de qualidade nos mapas.

A falta de movimento reverterá esse processo. Se você para de se mover de certa maneira por um período de tempo, você perde a habilidade de sentir e controlar o movimento com destreza. Isso é chamado de amnésia sensorial motora. Os mapas corporais do cérebro se tornam menos precisos.

Se você prender três dedos juntos para que se movam juntos por vários dias, o cérebro começará a representá-los como uma unidade; não como cada um sendo capaz de mover-se independentemente do outro.

Podemos prever que a mesma coisa acontecerá na pelve ou na coluna quando elas não se movem como deveriam ou poderiam, usando todas as opções de movimentos possíveis. E, depois de anos de negligência, todo meio do corpo se moverá como um bloco. A lição é: mova ou perca.

A dor é ruim para os mapas

Outra maneira de perder a qualidade dos seus mapas corporais é se machucar. A dor reduz a habilidade em processar informação proprioceptiva vinda de uma articulação, porque o corpo está entretido em escutar sinais de dor, uma prioridade. Os sinais de dor excluem os sinais proprioceptivos, como se eles se tornassem um ruído de fundo que faz com que a informação proprioceptiva, vinda da articulação, fique prejudicada.

No entanto, esse processo funciona da maneira reversa também. Por exemplo: se uma área dói, você pode bloquear os sinais de dor esfregando o local, como fazemos, mandando sinais sem dor ao cérebro.

A dor também tende a reduzir o movimento na articulação lesionada, que reduzirá a informação proprioceptiva que sai da articulação. Então, um machucado pode causar um ciclo vicioso; a dor reduz movimento, que diminui a coordenação, que reduz mais o movimento e causa mais dor.

Como melhorar a propriocepção

Primeiro entenda que se mover bem não significa apenas um evento físico. A saúde do corpo virtual no cérebro é tão importante quanto o corpo físico.

Segundo, preocupe-se em se livrar da dor. Mesmo que ela seja leve, e não o esteja impedindo de fazer o que você quer, ela o está impedindo de alcançar o seu potencial. Isso porque, querendo ou não, o seu cérebro não está envolvido totalmente com a coordenação do seu movimento, fazendo mudanças abaixo do nível da consciência.

Envolva-se em atividades novas, interessantes e exploratórias e, se possível, sem dores. Descubra todas as maneiras que suas articulações podem se mover quando você está deitado, sentado ou em pé. Experimente técnicas, exercícios que você ache que podem ajudar.

Post anterior Próximo post

Você pode gostar também de

0 Comentários

Deixe aqui o seu comentário