fbpx
equilíbrio do corpo, Postura, Rolfing e Movimento

A força da gravidade.

A força da gravidade nos confere peso. Não só o nosso, mas de tudo a nossa volta. Ela nos atrai para a Terra. E a terra também é atraída para nós. Mas, porque ela tem uma massa muito grande, ela se move na nossa direção de uma maneira tão imperceptível que nós não percebemos.

Isso acontece por toda a parte. A gravidade também mantém os planetas em suas órbitas, cria as marés e é responsável por outros fenômenos.

Vivemos e nos movemos todos os dias sob a ação da força da gravidade. Temos peso e movemos esse peso no nosso cotidiano.

Existe também o centro de gravidade do corpo. Ele é um ponto mais ou menos no meio da nossa altura, na posição ereta, em pé, no qual todas as partes do nosso corpo se equilibram… quase no final da coluna, na frente dela.

Quanto melhor o nosso corpo se equilibra em torno de um eixo vertical, com todos os seus pedaços contrabalanceados uns em cima dos outros, melhor será o nosso deslocamento!

Vou explicar melhor: Nós nos mexemos o dia inteiro de um lugar a outro, seja sentados ou em quaisquer outras posições. Se conseguimos perceber que, ao ficar eretos, parados, podemos distribuir melhor o peso do corpo em dois pés, temos a chance de nos movermos com mais harmonia.

Quanto mais nosso corpo estiver bem alinhado com a força da gravidade, distribuindo seu peso por todo o corpo de maneira uniforme, sem sobrecarga em alguma parte, mais teremos a chance de envelhecer mais saudáveis.

Se ficamos encurvados, em colapso durante o dia, o que acontecerá? Algum pedaço do corpo irá se achatar. Isso significa uma sobrecarga, mais peso neste ponto do que no restante do corpo.

E não esqueça que o tempo vai passar;  de uma forma ou de outra, vamos sentir os efeitos dessa sobrecarga. Seja com dores musculares, problemas articulares, ou outras coisas.

Pense nisso: Manter o corpo ereto, com a força da gravidade agindo de maneira mais equilibrada nele, significa cultivar um corpo mais jovem por mais tempo.

Se estique no chão, sinta que você tem peso, sinta para onde pode distribuir melhor esse peso. Dá, sim, para se mover, andar por aí, transferindo melhor o peso das partes do corpo entre si.

Isso, sem uma parte se mover mais ou menos que outra, mas, sim, se mexendo como um todo, com todas as suas partes equilibradas.

Post anterior Próximo post

Você pode gostar também de

0 Comentários

Deixe aqui o seu comentário